Reunião do Colégio Acadêmico

Em reunião realizada neste sábado, 5 de agosto, o Colégio Acadêmico da ALAP deliberou sobre diversos e importantes assuntos, dentre os quais a comemoração do 9º aniversário de instalação da Academia de Letras e Artes de Paranavaí, que acontecerá no próximo dia 2 de setembro.

A Academia foi fundada em 2007, tendo como marco inicial a data de 3 de março, e instalada no ano seguinte, no dia 29 de agosto. (A história da Academia poderá ser lida em página deste sítio).

Para celebrar a data, a ALAP realizará no dia 2 de setembro o II Sarau da Academia, com poemas de Altair Cirilo dos Santos e outras atrações. A programação completa será brevemente divulgada.

Outra importante decisão foi a publicação da obra antológica do I Concurso ALAP “Paranavaí Literária”. O lançamento do livro ocorrerá em breve e será um marco na história da Academia, e dará uma importante contribuição à literatura brasileira, mas principalmente do Paraná e da microrregião de Paranavaí.

Publicado em Academia | Com a tag , | Deixe um comentário

Adágio, de Altair Cirilo

Adágio

Altair Cirilo dos Santos

aquele que tiver cabeça
atire a primeira pedra

aquele que incendeia sóis
não cuidando que os sonhos
apodrecem mais depressa
e o lodo encontra seu cultivo
atire a primeira pedra

aquele que alucina o amor
em precipício, selva de urze,
leito de sal e punhal,
atire a primeira pedra

aquele que fustiga a noite
tal mula sem cabeça
ou girassol no vendaval
atire a primeira pedra

eu não atiro a primeira pedra
minha cabeça gravita
ora aqui, ora na galáxia
ora aqui, ora no oceano
ora aqui, ora no inefável

não atiro a primeira pedra
prefiro acalentar luas
e com luares acender amores

meu amor se ancora na brisa
de uma voz
navega na chama indecisa
de um olhar

meus sonhos desabrocham
como pássaros

a minha noite é uma suave mão
em concha

não atiro sequer a última pedra

(Do livro Viagens, Curitiba/PR : Secretaria do Estado da Cultura, 2011)

Publicado em Acadêmicos, Poesia | Com a tag , | Deixe um comentário

Femup bate novo recorde

As inscrições para o 52º Femup (Festival de Música e Poesia de Paranavaí) terminaram no último domingo (30) e o Festival bateu o recorde do ano passado em trabalhos recebidos. No total, foram 1.294 inscrições, 35% a mais que em 2016. Este ano, o Femup recebeu inscrições de obras inéditas de 5 países.

“O número de inscrições recebidas mostra o prestígio que o Festival tem no circuito nacional e também internacional. Vem gente de todos os lugares do país com muitos trabalhos bons. Este ano recebemos inscrições de 350 cidades de todos os Estados brasileiros, inclusive o Distrito Federal, além de trabalhos vindos da França, Alemanha, Portugal e Japão. O Femup é hoje uma vitrine para os artistas de todo o Brasil e estamos com uma expectativa muito boa com relação ao nível das apresentações este ano”, comenta o presidente da Fundação Cultural, Amauri Martineli.

As comissões julgadoras de cada categoria terão bastante trabalho pela frente para avaliar as 635 poesias, 383 contos e 276 músicas inscritas para o 52º Femup. Só na Regional de Cultura, que compreende os municípios da Amunpar, foram 107 trabalhos inscritos (50 poesias, 39 músicas e 18 contos). Ao final das avaliações, serão selecionadas 24 músicas, 12 poesias e 8 contos. Os resultados serão divulgados no dia 6 de outubro no site www.femup.com.br

Cada artista classificado para a fase nacional terá direito ao troféu Barriguda, R$ 1,5 mil, dez antologias, além de alimentação e hospedagem custeadas pela Fundação Cultural. Na categoria regional, o prêmio é de R$ 1 mil. E Cada um dos 12 declamadores selecionados no 23º Festival Zé Maria de Declamação vai ser premiado com R$ 600.

Fonte: Prefeitura Municipal de Paranavaí

Publicado em Cultura, Eventos | Com a tag , , , , | Deixe um comentário

Posse do Conselho Municipal de Política Cultural

A Academia de Letras e Artes de Paranavaí se fez representar por seu presidente, o acadêmico José A Cauneto, na solenidade de posse dos membros do Conselho Municipal de Política Cultural, recentemente eleita.

O evento ocorreu no gabinete do Prefeito Municipal Carlos Henrique Rossato Gomes (Delegado KIQ), que na ocasião reafirmou seu apoio à Fundação Cultural e ao Conselho, principais órgãos de incentivo à cultura de Paranavaí.

O Conselho é composto por 32 membros, sendo 16 representantes da sociedade civil e das áreas culturais atuantes no Município (8 titulares e 8 suplentes), eleitos na Conferência Municipal da Cultura coordenada pela fundação Cultural, e 16 representantes do Poder Público (8 titulares e 8 suplentes), de livre nomeação da Administração Municipal. Continue lendo

Publicado em Academia, Cultura | Com a tag | Deixe um comentário

Eleição para o Conselho Estadual de Cultura

O FUTURO DA CULTURA DE NOSSA REGIÃO ESTÁ EM NOSSAS MÃOS!

Pela primeira vez na história, a eleição do Conselho Estadual de Cultura será realizada em Paranavaí e nós temos a chance de eleger DOIS representantes que vão ajudar a definir as políticas culturais do Paraná.

DO QUE SE TRATA?

Eleição do Conselho Estadual de Política Cultural do Paraná, no dia 27 de agosto, das 14h às 17h, na Casa da Cultura.

QUEM SÃO OS CANDIDATOS?

Você vai votar DUAS vezes, pois, são duas urnas.

O candidato da Macrorregional é o músico e compositor JOÃO HENRIQUE e o candidato da área de Patrimônio Cultural Material e Imaterial é o ator e professor MARCOS DA CRUZ.

O QUE É IMPORTANTE?

Qualquer pessoa pode votar!

É preciso ter idade mínima de 16 anos e cadastrar-se, até o dia 11 de agosto, no site da Secretaria de Estado da Cultura.

ATENÇÃO! No primeiro campo, informar como “Área cultural em que deseja votar”, a opção “Patrimônio Cultural Material e Imaterial”, para assim possibilitar o voto no Prof. Marcos da Cruz.

PORQUE TUDO ISSO É IMPORTANTE?

Temos a chance de ter dois representantes da cultura local no Conselho do Estado para participarem na formulação das políticas públicas de cultura, além de deliberarem, fiscalizarem, realizarem propostas para a valorização das manifestações das culturas locais e regionais, emitirem pareceres sobre questões técnicas, dentre outras valiosas atividades.

Participem! A Cultura de Paranavaí depende que cada um faça sua parte.

********

Sobre o candidato JOÃO HENRIQUE

Músico, compositor, intérprete e advogado. Participou do movimento Punk, em João Pessoa/PB. Atua como advogado na área administrativa na defesa de servidores públicos de todas as esferas de governo. Como músico compõe e participa de festivais desde 1990, com destaque no FEMUP. Também ministra cursos, como o de “Oratória, Gestos e Posturas”. Foi assessor parlamentar na Câmara Federal dos Deputados e da Assembleia Legislativa do Paraná. Atuou como assessor e ouvidor da Câmara Municipal de Paranavaí.

Sobre o candidato MARCOS DA CRUZ

Professor e ator profissional pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão do Paraná (SATED). Formado em História pela UNESPAR e Pedagogia pela UNIJALES. É especialista em Pesquisa Educacional. Mestre em Ensino. Doutorando em Educação pela UEM. Trabalhou no Museu Histórico de Paranavaí.

CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU CADASTRO

Publicado em Cultura | Com a tag | Deixe um comentário

558 trabalhos de 301 autores

 

A segunda edição do Concurso ALAP “Paranavaí Literária” novamente teve uma expressiva participação.

Foram recebidos 107 haicais, 210 poemas temáticos e 241 microcontos, totalizando 558 trabalhos inscritos, apresentados por 301 autores de 19 Estados e do Distrito Federal.

São Paulo é o Estado com maior número de autores (102), seguido por rio de Janeiro (37), Paraná (36), Minas Gerais (26), Rio Grande do Sul (18), Bahia (11), Ceará (10), Pernambuco (10), Santa Catarina (10), Distrito Federal (7), Espírito Santo (7), Mato Grosso do Sul (6), Pará (5), rio Grande do Norte (4), Alagoas (3), Paraíba (3), Rondônia (3), Amazonas (1), Amapá (1) e Roraima (1).

Durante o mês de agosto, os trabalhos serão analisados pela Comissão Julgadora, e o resultado será divulgado na data de 1º de outubro de 2017, alusivo ao Dia Nacional do Idoso (Lei nº 11.433/2006), conforme item 7.1 do regulamento.

A publicação oficial da seleção será feita no sítio oficial da Academia, no seguinte endereço: alap.org.br/concurso2017

Uma vez publicado o resultado do concurso, o mesmo será divulgado na imprensa local e nas páginas da Academia nas redes sociais.

Publicado em Concurso | Com a tag , , | Deixe um comentário

Lançamento

«Sentaram num banco de madeira, perto da hora do pôr do sol. Batia um vento fresco tão raro naquele verão, quando ele começou a falar: “o problema não é você…” Era a última vez… Eram as últimas palavras… Era o último abraço. Enquanto ele se explicava, Amanda se perdia nos seus olhos dourados, no movimento da boca, no cabelo loiro todo bagunçado. No cheiro, na voz. Tentando guardar o máximo possível de todos os detalhes para que ela jamais se esquecesse dele. Amanda desejava que aqueles minutos nunca acabassem. Que durasse uma eternidade. Que fosse passado em câmera lenta, cada minuto… minuto a minuto, mil vezes. Pra sempre.

Já quase sufocada segurou no seu rosto e quando encostaram os lábios u no outro, se beijaram profundamente. Não ouvira nenhuma palavra, nenhum adeus, nada daquilo importava a ela. Beijaram-se como no primeiro dia. Sentia o cheiro quente de suor, o gosto doce da boca, o calor próximo dos corpos. Estava entorpecida. Tudo a sua volta evaporou, eram só os dois e aquele momento era eterno. O último beijo. Virou as costas e saiu. Andou o máximo que pode, até que ele não pudesse mais ver sua sombra. Sentou embaixo de uma árvore. Chorou até a lua se erguer».

Trecho de Mundo pós casamento, da escritora paranavaiense Mônica Ferro Mogara (São Paulo : Editora Books and Writers, 1.ed., 2017), lançado nesta tarde de inverno em Paranavaí.

Para adquirir:

Formato eBook no site da Amazon.

Formato impresso no site da editora.

Publicado em Eventos | Com a tag , , | Deixe um comentário

Poetário – micronarrativas poéticas

Poetário

giuseppe caonetto

Uma foto antiga. Como antigo o porta-retratos e a cômoda-suporte. Riquezas cujo tempo a inundação cuidou de descolorir. Para salvar as lembranças, em versos transpôs dela o estático sorriso. E se fez poeta-retrato.

Publicado em Microcontos, Poesia | Com a tag , | Deixe um comentário

Estratégia – micronarrativas poéticas

Estratégia

giuseppe caonetto

Sem dosar a vida, era movido a doses. Mas a abstinência daquele mês valeria o sacrifício, quando concluído o reboco nos muros chapiscados entre o seu barraco e o boteco.

Publicado em Microcontos, Poesia | Com a tag , | Deixe um comentário

O que representa uma Academia de Letras e Artes

O QUE REPRESENTA UMA ACADEMIA DE LETRAS E ARTES

 

Para início desta nossa conversa, fui buscar no sítio da Academia Brasileira de Letras uma definição sobre o que é e o que representa uma Academia de Letras.

Lá encontrei a seguinte sucinta definição:

«A Academia Brasileira de Letras (ABL) é uma instituição cultural inaugurada em 20 de julho de 1897 e sediada no Rio de Janeiro, cujo objetivo é o cultivo da língua e da literatura nacionais».

Na mesma página, há um link que redireciona para o discurso de Machado de Assis, fundador e primeiro Presidente da ABL.

Abro aqui um parêntese para fazer o seguinte comentário: a ABL se define num enunciado de apenas três linhas; tem um estatuto de apenas dez artigos, aprovado em 28 de janeiro de 1897, que permanece inalterado após 120 anos, cujo texto cabe em duas páginas e contém 472 palavras, já incluídos os nomes e cargos dos membros que compuseram a primeira Diretoria; e o discurso inaugural de Machado de Assis são apenas dois parágrafos com 232 palavras.

Continue lendo

Publicado em Academia, Discursos | Com a tag | Deixe um comentário