XII Encontro de Academias

Nos dias 20 e 21 de outubro, a cidade de Cornélio Procópio foi sede de um dos mais profícuos encontros estaduais das Academias de Letras, Ciências e Artes.

Da recepção, a partir das 19h30 da sexta-feira, até o último abraço, já na madrugada de domingo, os representantes das dezessete entidades participantes vivenciaram momentos inesquecíveis.

O carinho era transbordante.

Impossível não sentir-se acolhido, amado, celebrado, festejado pelos acadêmicos e acadêmicas da ALACCOP – Academia de Letras, Artes e Ciências de Cornélio Procópio, anfitriões deste marcante encontro.

Desde a chegada já se pode sentir o nível organizacional, resultado do trabalho de uma equipe que se mostrou coesa, unida, em constante sintonia e, o que é mais importante, derramando alegria em cada gesto.

Destaque, na abertura, para a execução do Hino Nacional em Libras, com coral formato por deficientes auditivos e sob a regência da acadêmica Sônia Stefano. Emocionante.

Discursaram Diná Tereza de Brito, Presidente da ALACCOP, Maria Eliana Palma, Presidente da ALCA (Associação das Academias de Letras, Ciências e Artes do Paraná) e Angelica Olchaneski, vice-Prefeita de Cornélio Procópio, representando o Chefe do Poder Executivo municipal.

Na sequência, os participantes foram contemplados com a brilhante palestra proferida pelo Dr. João Batista Lima Filho, acadêmico da ALACCOP, que apresentou o tema “Gerontolescente – o adolescente da maturidade”.

Antes do coquetel, grupo da UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, campus de Cornélio Procópio fez linda apresentação de dança, encerrando lindamente o primeiro dia de encontro.

Na manhã de sábado, o segundo dia de encontro teve um início memorável, com a apresentação do Hino de Cornélio Procópio e, em seguida, do Hino da ALACCOP, ambos executados pelo Coral da Academia, formado pelos acadêmicos e acadêmicas da ALACCOP, sob coordenação da Professora Rachel de Paula Rodrigues Graciano e do Professor Adolfo Boiça Moinhos, também membros da Academia procopense.

Foram lindas apresentações. Um aquecimento para o que viria a seguir: “E por falar em Literatura…”, palestra ministrada pela Professora Dra. Marilu Martens Oliveira, acadêmica vice-Presidente da ALACCOP, que a todos encantou.

Vale destacar que foi matéria de sua explanação a obra de Etel Frota, filha de Cornélio Procópio recém-eleita para a cadeira 22 da Academia Paranaense de Letras. Não haveria homenagem mais bela e merecida que esta feita pela ALACCOP à mais nova acadêmica da APL.

Ainda na parte da manhã, alunas do Magistério apresentaram um jogral com declamação de poemas, e logo após, acadêmicos e acadêmicas puderam também mostrar seus talentos na leitura e declamação de poemas e outros trabalhos.

Após o almoço, os participantes puderam assistir a lindas apresentações de dança e de canto da cultura japonesa, em cujo clube social aconteceu o encontro das academias.

Durante a tarde, aconteceram as apresentações das academias, sob a coordenação da ALCA, com a presidente Eliana Palma na condução dos trabalhos. Ao final das apresentações, houve a escolha da cidade de Maringá para sediar em 2018 o XIII Encontro Estadual das Academias de Letras, Ciências e Artes do Paraná, com aprovação unânime, e a sugestão da cidade de Londrina para sediar o XIV Encontro, em 2019, cuja confirmação se dará após deliberação da Academia de Letras, Ciências e Artes de Londrina.

Após pequeno intervalo, os participantes retornaram à noite para os últimos momentos do encontro, a começar pelo recital de piano com a pianista Professora Ana Cristina Peixoto Vilar, membro da ALACCOP, que brindou os participantes com a execução das seguintes canções: Odeon, de Ernesto Nazareth; Apanhei-te Cavaquinho, de Ernesto Nazareth; tico-tico no Fubá, de Zequinha de Abreu; Por Uma Cabeza, de Carlos Gardel; La Cumparsita, de Geraldo Rodriguez; A Media Luz, de Edgardo Donato; She, de Charles Aznavour; As Time Goes By, de Herman Hupfeld; Memory, de Andrew Lloyd Webber; Theme From New York, New York, de John Kander; Czardas, de Vittorio Monti; e Granada, de Agustin Lara.

Após o recital, a Presidente da ALACCOP fez uso da palavra para agradecimentos e encerramento do encontro, que terminou com um belíssimo jantar.

Participaram do encontro: Academia de Letras, Artes e Ciências de Cornélio Procópio (anfitriã); Associação das Academias de Letras, Ciências e Artes do Paraná; Academia Paranaense de Letras; Academia Paranaense da Poesia; Academia Feminina de Letras do Paraná; Academia de Letras de Maringá; Academia Umuaramense de Letras e Artes; Academia de Letras, Artes e Ciências de Toledo; Academia de Letras e Artes de Paranavaí; Academia Mourãoense de Letras; Academia de Letras, Ciências e Artes de Londrina; Academia de Letras, Artes e Ciências de Pato Branco; Academia de Letras, Artes e Ciências de Apucarana; Centro de Letras de Campo Largo; Centro de Letras do Paraná; Clube de Poesia de Toledo; e União dos Trovadores – UBT – Seção Curitiba.

Dois importantes registros se fazem necessários: a atuação sempre marcante do acadêmico Armando Paulo da Silva, membro da ALACCOP, incansável na arte de se doar, e a elegância com que o acadêmico Elias José Neto, também membro da ALACCOP, conduziu os trabalhos de cerimonial.

A Academia de Letras e Artes de Paranavaí sentiu-se honrada em participar de mais um encontro, representada pelos acadêmicos José Cauneto e Chico Ramos, e expressa seu contentamento pela brilhantismo com que a academia anfitriã organizou e realizou o evento.

E à Academia de Letras de Maringá, nossa academia madrinha, colocamo-nos à inteira disposição para ajudar na realização do XIII Encontro, no ano vindouro.

Saudações acadêmicas.

José A Cauneto
Presidente da ALAP

Esta entrada foi publicada em Academia, Eventos e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *