Poetário – micronarrativas poéticas

Poetário

giuseppe caonetto

Uma foto antiga. Como antigo o porta-retratos e a cômoda-suporte. Riquezas cujo tempo a inundação cuidou de descolorir. Para salvar as lembranças, em versos transpôs dela o estático sorriso. E se fez poeta-retrato.

Esta entrada foi publicada em Microcontos, Poesia e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.